Saindo de Londres, fomos direto a Paris pelo Eurotúnel! Me diziam que não dava pra enxergar muita coisa, mas dá sim, são campos na maior parte do trajeto e é lindo. Vou contar tudo, desde a compra da passagem até a chegada em Paris:

Como essa viagem estava sendo planejada há muitos meses, eu entrava todos os dias no site da Rail Europe para ver os horários e preços e fazer o roteiro baseado no horário e saída de Londres e chegada em Paris. Um dia vi passagens com 50% de desconto, mas não tinha para o horário que eu queria. Continuei entrando no site todos os dias até que apareceu a passagem perfeita! (Mas ela sumia e aparecia em questão de minutos, seja persistente).

Compramos com 4 meses de antecedência e pagamos 44 euros em cada passagem (o valor normal é de 90 euros). A compra foi pelo site da Rail Europe, mas vi que algumas vezes eles cobram uma taxa, então verifique direto no site da companhia, nesse caso a Eurostar. De qualquer maneira, não tivemos nenhum tipo de problema por comprar com um terceiro, a Rail Europe.

(O post com TODOS os nossos gastos na Europa já está quase pronto. Já tem Londres e Paris.)

O mais importante nessa compra é a antecedência. O valor normal era de 90 euros, mas você encontra promoções por bem menos. Hoje simulei uma compra de passagem para a semana que vem e a mais barata estava 151 euros. Assim como passagem aérea, o preço sofre bastante variação. Nas sextas-feiras também notei que a passagem é um pouco mais cara que os outros dias da semana.

Na hora da compra você já escolhe o assento e imprime o cartão de embarque com um QRCode, é tudo o que você vai precisar para o dia.

O embarque em Londres é na estação St Pancras International, uma estação super bonita e moderna, com restaurantes, lojas e até um supermercado dentro. A estação de metrô para chegar em St Pancras é a de King’s Cross (Harry Potter <3), então se quiser tirar uma foto na Plataforma 9 3/4 chegue bem mais cedo, porque a fila estava enorme. Ao lado tem duas lojas do Harry Potter, a primeira por ser bem ao lado do local das fotos estava bem cheia.

St Pancras International
St Pancras International

Nosso trem era 12h34, então comemos na estação mesmo, em um café chamado Patisserie Valerie o melhor sanduíche de queijo brie da vida. Lá também tinha um restaurante japonês, Starbucks, Le Pain Quotidien etc.

Cerca de 40 minutos antes do horário, fomos em direção à plataforma de embarque, precisa dessa antecedência mesmo, pois mesmo a estação sendo bem sinalizada e fácil de achar o local de embarque, ainda passamos pelo raio-x e imigração, com filas bem grandes. Na hora de escanear o QR Code, a máquina imprimiu um bilhete avisando que nossos assentos tinham mudados (fique atento à essa parte, tinha uma mulher no nosso lugar que não tinha visto o novo papel dela, rs).

Quanto à bagagem, não teve nenhuma restrição de peso ou tamanho, mas lá é você que cuida de tudo: tem que erguer sozinha pra passar no raio-x (tudo o que você está levando, me atrapalhei toda!), erguer pra colocar no trem e colocar no espaço de malas, então quanto mais pesada mais difícil é toda essa logística.

Também achei estranho que não tinha nenhuma pessoa do Staff para ajudar ou dar informações, a gente acaba se virando com tudo mesmo. Tivemos uma dúvida e bem depois achamos uma pessoa pra ajudar.

A viagem foi muito tranquila e durou 2h30, mas em Paris tinha o fuso de uma hora a mais, então chegamos lá 15h47. Tudo foi super pontual.

O caminho tem essa vista a maior parte do tempo (e a janela suja do trem, kkk)
O caminho tem essa vista a maior parte do tempo (e a janela suja do trem, kkk)

Chegamos na estação Gare du Nord, bem central e que também fica junto com a estação de metrô.

Gostei muito da experiência, foi uma viagem rápida, prática e barata.

Nesse post eu conto sobre informações práticas de Paris e nesse post o roteiro.

Clique aqui para ver o post com nosso roteiro em Londres e aqui para as informações práticas para a visita na cidade.

Clique aqui para reservar sua hospedagem em Londres e Paris.



Booking.com

Já segue a gente no Instagram? @viajapinha

Você também pode gostar de

3 thoughts on “Eurotúnel – Como foi a viagem de Londres a Paris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *