Uma região que eu gosto muito em Florianópolis é a Lagoa da Conceição e arredores. A Lagoa dá acesso às praias Mole, Joaquina, Barra da Lagoa e Costa da Lagoa.

No mapa, de A a B é do centrinho da Lagoa da Conceição até a Barra da Lagoa. A marcação de baixo é onde fica a praia da Joaquina e a outra marcação é a praia Mole. Note que saindo do centrinho da Lagoa, o caminho passa pela Avenida das Rendeiras, que é onde fica a maioria dos restaurantes da Lagoa.

[intergeo id=”wN2ITM”][/intergeo]

Vou começar pela minha preferida, a Barra da Lagoa. Mesmo na alta temporada não fica aquela sensação praia lotada sem lugar na areia sabe? O mar é calmo e é cheio de restaurantes, então dá pra você pegar uma mesa e ocupar de frente pro mar o dia todo se quiser. Também todos os restaurantes que já ficamos lá tem um atendimento muito bom (mas não consigo lembrar os nomes dos lugares que fui, sorry, anotarei quando voltar lá). Pelo ladinho, depois de atravessar uma ponte que tem ali, dá pra chegar em uma praia mais privada e depois de uma mini trilha tem as piscinas naturais (aqui tem um post só sobre esse passeio). O único problema da Barra é o trânsito para chegar lá, pois no verão tem congestionamento até a Lagoa e da Lagoa até a Barra, então paciência. 🙁 Perto da praia tem vários estacionamentos, que cobram R$10 por dia em média.

barra da lagoa

barra da lagoa praia

Projeto Tamar

Também na Barra da Lagoa, está o Projeto Tamar. Custa R$ 12 a entrada inteira e você pode ver 4 das 5 espécies de tartarugas marinhas que desovam pelo Brasil. É um projeto lindo de pesquisa e também de educação e conscientização das pessoas para a preservação e proteção das tartarugas. De tempo em tempos, tem visitas guiadas, esperamos por uma, vale muito a pena para ouvir sobre a vida e os hábitos das espécies. No total, ficamos pouco mais de 2 horas no local e na saída tem uma lojinha com roupas, presentes Eu amei a visita!

projeto tamar
Réplicas das tartarugas nos tamanhos reais

tanque projeto tamar tartaruga marinha

Mole e a Joaquina são praias menores e as preferidas dos surfistas, mas no verão movimentadas como as outras. São lindas, mar sempre super azul mas com o mar um pouco mais mexido. Também tem estacionamentos pagos ao redor.

joaquina
Praia da Joaquina
Dunas na praia da Joaquina
Dunas na praia da Joaquina

Costa da Lagoa

Outro ponto perto da Lagoa da Conceição é a Costa da Lagoa, mas lá só se chega de trilha ou de barco. A trilha leva cerca de 3 horas, mas não precisa ter grande preparo físico, ela é plana na maior parte do caminho. Vale muito a pena. Pra entrar na trilha, você precisa ir até o Canto dos Araçás e lá tem indicações do início da trilha e também ponto para pegar o barco. Já o trecho de barco custa entre R$ 5 e R$8, dependendo da época do ano. De barco você também pode pegar na ponte da Lagoa da Conceição antes da Avenida das Rendeiras. Eu indico (e sempre faço assim), ir pela trilha, almoçar por lá e voltar de barco. Lá tem vários restaurantes na beira do mar.

trilha costa da lagoa
Trilha da Costa da Lagoa

restaurantes costa da lagoa trilha florianópolis

Lagoa da Conceição

A Lagoa em si já deve estar no roteiro de todo mundo, é um lugar muito legal para passear tanto de dia como de noite.

Lá dá só pra pegar um sol na grama (não tem areia), fazer stand up paddle, que é um dos melhores lugares, porque é raso e quase nunca tem correnteza. Eu já fiz, demorei pra conseguir ficar em pé mas depois amei! Foi R$ 30 por hora e valeu muito a pena!

stand up paddle lagoa

Por ali também tem muitos restaurantes de frutos do mar com sequências de camarão (pra pessoas não alérgicas como eu). Na avenida principal, Avenida das Rendeiras, já comi na Casa do Chico (adoro), Maurílio, o pastel da Ilha Formosa (muito bom) e no Café Cultura (esse é antes das Rendeiras) também serve um almoço ótimo.

Nos finais de semana tem feirinha de artesanato na pracinha.

Vida noturna

Na Lagoa tem um John Bull, pra que gosta de rock (cheque na agenda nos dias que você estará lá), a Casa de Noca pra quem curte forró/samba. Esses dois lugares as entradas variam entre R$ 20 e R$ 40, dependendo do dia.

Outro ponto forte e que eu amo lá são os bares. Dois especialmente: Black Swan e Books and Beers.

Black Swan é inspirado nos pubs irlandeses, passa vários jogos de futebol (também do americano), é frequentado por muitos gringos e tem sanduíches deliciosos (e cervejas também). Nas sextas e sábados tem bandas, normalmente rock, no link tem a agenda de cada semana. É um dos meus programas preferidos aqui em Floripa.

Books and Beers quase do lado da ponte da Lagoa é cheio de detalhes e um dos melhores bares na minha opinião. Pra começar, os cardápios são em forma de livro e os pratos paródias com nomes de obras literárias. Toda a decoração também é sobre livro ou cerveja. Tem uma área externa muito gostosa, com balanços, mesas compartilhadas e cobertores para os dias frios. A comida (os pastéis principalmente) é deliciosa e o atendimento excelente. Ah, e prove os mini hamburgeres, o de linguiça Blumenau é sucesso. Tem o selo Thaís de aprovação, rs!

A frente do Books and Beers, um prato com pastéis deliciosos, brownie com sorvete de sobremesa e um prato de chips de batata doce
A frente do Books and Beers, um prato com pastéis deliciosos, brownie com sorvete de sobremesa e um prato de chips de batata doce

books and beers

Você também pode gostar de

1 thought on “Florianópolis – Lagoa da Conceição e o Leste da Ilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *