be-our-guest

Magic Kingdom – Walt Disney World – Parte I

maig-kingdom-wishes

Como falar de Disney e não falar de Magic Kingdom? É o parque clássico, imperdível em uma visita a Orlando. É o parque do Castelo da Cinderella, das princesas, da parada das 3 horas, do show de fogos. O parque foi ampliado no ano passado, e com a criação da nova Fantasyland ficou ainda maior, por isso, recomendo dois dias pra ver tudo com calma (especialmente se estiver com crianças pequenas). Vamos lá que esse post ficou enoooorme, então também está dividido em duas partes:

Dica 1: Não esqueça de agendar os Fast Passes uns dias antes. As mais populares costumam esgotar rápido (as mais populares eram a Seven Dwarfs Mine Train, Space Mountain, Splash Mountain e a foto com a Anna e a Elsa).

Dica 2: Caso queira comer em alguns dos restaurantes, não esqueça de fazer reserva. A maioria dos table service (restaurantes que tem serviço com garçom) não costuma ter vaga para walk in nesse parque. Se quer uma refeição com as princesas no Castelo da Cinderela por exemplo, dependendo da época do ano, a antecedência deve ser de até 6 meses. Todos os menus estão disponíveis no app My Disney Experience. 😉

Dica 3: Chegue cedo: O parque normalmente abre às 9h (cheque no Times Guide quando estiver fazendo a sua programação). Por volta de 8:45 começa um show de abertura bem bonitinho, se possível chegue às 8:30 pra pegar um lugar mais perto. Lembrando que no Magic Kingdom não se estaciona perto, é preciso pegar Ferry Boat ou Monorail pra chegar até lá. Se estiver em um resort da Disney, a melhor maneira é de ônibus, que te deixa mais perto e não é preciso pegar outro meio de transporte. Também dá pra ir em várias atrações com pouca ou nenhuma espera chegando cedo (dá pra acompanhar as filas pelo app).

DIca 4: Logo na entrada não esqueça de pegar um mapa (também disponível em português) e um Times Guide (uma folha com horários de shows, fotos com personagens, etc) ajudam muito!

mk-map

Main Street USA: Começando pela entrada do parque, tem uma estação de trem, onde você pode ir pra Frontierland e pra Fantasyland. Do lado direito tem o Town Square Theater, onde você pode tirar foto com o Mickey e com a Sininho, a fila não costuma demorar mais de 20 minutos (se tiver mais que isso, siga em frente e volte mais tarde 😉.

Main Street antes da parada das 3h passar.
Main Street antes da parada das 3h passar.

Ao lado tem o restaurante da Dama e o Vagabundo, o Tony’s Town Square Restaurant, lá tem principalmente comida italiana, mas não consegui almoçar lá, dizem que é bom e não é muito caro.

Na Main Street também fica uma das maiores lojas da propriedade, a Emporium, lá tem quase tudo do Merchandise da Disney (perdendo talvez só pra World of Disney de Downtown Disney Springs).

Em frente a Emporium tem a Bakery, de longe já dá pra sentir o cheiro de doce. Uma loja cheia de coisas gostosas, doces (brownies, cookies, maçãs caramelizadas, pipocas) e utensílios para a cozinha, eu amo esse lugar. 🙂

Mais pra frente tem o Plaza Ice Cream Parlor, lá tem a famosa Kitchen Sink, uma pia com 3 sabores de sorvete, serve umas 4 pessoas e custa U$ 15, vale a experiência!

kitchen-sink

Em frente ao Plaza fica o Casey’s Corner, fast food especializado em cachorro quente. O melhor de lá é o Corn Dog, é o melhor que já provei. 😉

À esquerda, do lado do Casey’s fica o Crystal Palace, um Buffet com os personagens. Lá é um pouco mais caro, entre U$ 30 e U$ 60 por pessoa (dependendo se é café, almoço ou janta), mas é all you can eat e você pode tirar fotos com os personagens do Pooh (eles passam de mesa em mesa).

Adventureland: A primeira entrada à esquerda (depois é claro das fotos no castelo) é a Adventureland! A primeira atração é a Swiss Family Treehouse, é uma casa na árvore que eu me lembro de ver no Cinema em Casa quando era criança como As Férias da Família Robinson. Como é um espaço só pra visitação, não tem fila, é só entrar e sair. Bem na frente tem o Aloha Isle, que tem o Pineapple Float (super recomendo) é um sorvete dentro do suco de abacaxi. Sugiro pegar um sorvete de baunilha, abacaxi com abacaxi fica muito ácido. 😉

Em seguida tem o The Magic Carpets of Aladdin, que se você tiver com crianças pequenas é legal (mas deixa de ser legal se tiver mais de 30 minutos de fila). Em frente tem o Jungle Cruise, é um passeio de barco em que você vê alguns animais (de mentirinha), a locução é a parte mais divertida, vale a pena só se a fila estiver pequena.

Ao lado está o Enchanted Tiki Room, é um dos clássicos da Disney, pois essa atração na Disneyland, foi a primeira a fazer uso de áudio animatrônicos. É um show de aves (robôs) que ficam cantando. É bem chatinha, mas considerando que elas foram criadas em 1963, era uma grande uma inovação. A não ser que esteja cansado e queira sentar um pouco (pois dificilmente tem filas), sugiro que continue o passeio para o mais clássico ainda Piratas do Caribe, atração que inspirou o filme. Para quem gosta é imperdível!

Frontierland: A próxima land é onde eu sugiro dois fast passes: Splash Mountain e Big Thunder Mountain. Adoro os dois e costumam sempre ter fila de mais de uma hora. Nenhuma das duas é radical, mas se estiver com crianças pequenas, sempre cheque no mapa a altura permitida para andar no brinquedo, nessas é 102cm.

big-thunder-mountain

Tom Sawyer Island é legal se você estiver com tempo, meninos pequenos gostam, tem que pegar um barquinho que leva até uma ilha que parece abandonada, mas não tem nada de mais lá. Em frente é o Country Bear Jamboree, um teatrinho com uns ursos animatrônicos cantando. Os americanos riem muito, eu não entendi a maioria das piadas e achei chato, rs.

A próxima land é a Liberty Square, é a land da Haunted Mansion, uma mansão mal assombrada que eu adoro, acho imperdível! Quase na frente tem o Hall of Presidents, é uma atração de mais de 20 minutos (na maior parte em vídeo) sobre a história americana. Eu acho interessante aparecem os animatrônicos de todos os presidentes americanos e são muito perfeitos. Mas é longo e eu vi várias pessoas dormindo, rs.

Se for hora do almoço, eu comi uma vez na Columbia Harbor House, comi um salmão com cuscuz e brócolis delicioso! (e a torta de maçã de sobremesa é sensacional!) A maioria dos pratos lá eram frutos do mar. O preço é o de fast food, meu prato foi cerca de U$12.

Fiz um segundo post aqui.

 

Você também pode gostar de

2 comentários em “Magic Kingdom – Walt Disney World – Parte I

Deixe uma resposta