barcelona rua

Barcelona: Dicas e informações para planejar sua viagem (gastando menos!)

Nossa última parada nessa Eurotrip foi Barcelona. E que cidade legal, superou muito minhas expectativas. Cidade grande, mas com um ar bem mais informal que as paradas anteriores: Paris e Londres. As pessoas são super amigáveis e além de tudo tem praia. Nesse post vou falar sobre as informações práticas para visitar a cidade, como ir do aeroporto para a área central, melhores lugares para se hospedar e melhor época para ir. No próximo post vou falar sobre o nosso roteiro.

Vista da cidade do Park Guell
Vista da cidade do Park Guell

Aeroporto -> Centro

Achamos que ia ser complicado, pois as explicações que eu lia na internet pareciam ser, haha. Chegamos pelo principal aeroporto da cidade, que é onde chegam os voos internacionais, chamado Barcelona El Prat. Ele fica cerca de 12 km do Centro de Barcelona e além do táxi, tem outras opções econômicas, essas são as que eu considerei:

Trem: Chegando lá, ao lado das máquinas que vendem os tickets, havia uma mulher auxiliando. Falei para ela (em inglês) a estação que queríamos parar, ela nos ajudou a comprar o bilhete e nos indicou qual trem e plataforma pegar. Era o R2, e deveríamos descer na estação de Passeig de Gracia, e dessa estação (que conecta com várias), trocar para o metrô que iria em direção à Tetuan, que era nossa estação. O bilhete para o centro custou 4,10 euros. Nas estações de trem e metrô, a maioria tem escada rolante ou elevador, então não fica tão ruim levas as malas.

Esse trem sai e chega no terminal T2, se você chegar em outro, precisa pegar o shuttle bus (lanzadera) gratuito que tem dentro do aeroporto. É bem fácil de achar, pois é bem sinalizado.

Aerobus: Outra maneira rápida e barata de sair do aeroporto é de ônibus. O Aerobus sai a cada 10 minutos e custa 5,90 euros o trecho ou 10,20 ida e volta. O problema é que só tem poucas paradas, então se você tiver com muitas malas não fica prático. O ônibus tem como ponto final a a Pl. Catalunya, que chega em 35 minutos e para na Pl. Espanya, Gran Via-Urgell, Pl. Universidad.

Essa explicação estava no hostel, super prática!
Essa explicação estava no hostel, super prática!

Metrô:

Barcelona, como as outras cidades da Europa, tem um transporte público fácil e eficiente. O único problema foi que nos dias que eu estava lá teve greve de metrô, mas uma greve organizada, em que eles avisaram os horários que iriam ficar com serviço reduzido (cerca de 4 horas por dia). Só tivemos problema no dia que estávamos voltando da praia em um dia de muito sol. Nos outros dias foi apenas demorado, mas com quase nenhum tumulto.

Sente nosso drama pra voltar da praia em dia de greve do metrô!
Sente nosso drama pra voltar da praia em dia de greve do metrô!

Lá, você pode pagar por viagem (2,15 euros), ou comprar o bilhete T10, com 10 bilhetes por 9,95 euros, ou seja, muita vantagem! Compramos dois desses para duas pessoas nos 5 dias e deu certinho. Não usamos esse bilhete para ir para Freixenet e aeroporto, pois era de trem, então é outro bilhete.

O metrô funciona das 5h da manhã à meia noite e nas sextas e feriados até às 2h da manhã.

Onde se hospedar

Fonte: www.tourist-barcelona.com
Fonte: www.tourist-barcelona.com

Na minha experiência de poucos dias em Barcelona, tive alguns lugares como preferidos. Entre eles a região que ficamos, Eixample, que fica próximo ao Arco do Triunfo e Plaça Catalunha e é bem tranquila, mesmo nos dias que chegávamos mais tarde e de metrô. De lá, caminhamos algumas quadras e chegamos também na Basílica da Sagrada Família. Nessa área central dá para ir à várias atrações a pé. No dia da greve de metrô, fomos até de Barceloneta ao hostel, na Eixample.

Ficamos no Hola Hostel Eixample, que foi excelente (dentro das possibilidades de um Hostel). Daqui uns dias sai um post sobre minhas duas experiências nesses hotels europeus.

A região de Passeig de Gracia (no mapa é na Eixample), que é a Champs Elysées espanhola também é uma boa opção, mas não parecia que tinham hotéis baratos por lá, haha.

Também gostei muito do Born e do bairro Gótico, que são em uma parte mais antiga da cidade e tem um charme diferente.

Só não recomendo as regiões mais afastadas, por não achar que compensa. Nas outras zonas o metrô é mais caro, você perde tempo e se der uma greve como a que pegamos complica um pouco. O Park Guell por exemplo, nem aparece nesse mapa acima.

A vantagem é que o táxi é barato, na noite que saímos custou 7 euros da Barceloneta à Eixample.

Quanto levar

De todos as cidades que passamos nessa viagem, Barcelona foi a menos cara. Para almoçar, por exemplo, enquanto em Paris a média era 20 euros para prato principal e bebida, em Barcelona almocei em um restaurante muito bom por 11 euros, com direito a entrada, prato principal, bebida e sobremesa! Para o café da manhã, dificilmente gastávamos mais do que 4 euros, com comida e o café. Ainda achávamos alguns lugares que comíamos muito pagando pouco (vou dar essas dicas nos próximos posts).

Se nas outras cidades estimamos um gasto de 45 euros por dia (no aperto), em Barcelona dá para comer bem por 35 euros por dia. Esse valor é somente para as refeições, cafés e besteiras na rua, pois os passeios e hospedagem deixamos pagos antes de sairmos do Brasil. Muitas pessoas tem me perguntado o valor total dessa viagem econômica e quero fazer um post bem organizado, por isso está demorando um pouco para sair.

Quantos dias

Ficamos 4 dias inteiros em Barcelona e deu pra ver quase tudo o que estava programado. Nosso ritmo de viagem era daqueles intensos, saindo cedo e voltando só quando não aguentamos mais à noite. Além de tudo, tivemos sorte (só pegamos dias de sol), também era verão e anoitecia depois das 22 horas. Mas Barcelona me deu a sensação de ser aquelas cidades inesgotáveis. Pesquisei vários bate-voltas saindo de lá e só deu tempo de um, em Freixenet.

Assim foram nossos dias por lá, por isso sempre vou recomendar o finalzinho da primavera!
Assim foram nossos dias por lá, por isso sempre vou recomendar o finalzinho da primavera!

 O próximo post é nosso roteiro lá, está quase pronto! 😉

Você também pode gostar de