Eu demorei só uns seis meses, haha, mas ta aí um post que eu tinha prometido, mas ainda não tinha organizado pra fazer: Quanto custou minha viagem para a Tailândia. Todo mundo fala que é barato, mas barato quanto né? Nesse por vou contar tudo, como fiz nos posts da Europa. Nossa viagem não foi tão mochileira, justamente porque como o preço lá é mais amigável, conseguimos nos dar alguns “luxos”, como ficar em hotéis melhores, pegar tours ao invés de ônibus e por aí vai.

A passagem de avião para o sudeste da Ásia costuma ser mais de R$ 4000, por isso não levem em conta quanto pagamos: pegamos aquela promoção maluca famosa da Turkish Airlines (sim, ela existiu, haha) e nossa ida e volta custou menos de R$ 700. Até entrar naquele avião não acreditava que era verdade!

Mas vamos lá, na Tailândia foram 10 dias e depois fomos pro Camboja. Achei melhor dividir em dois posts, já que cada país foi uma moeda diferente. Para as despesas no Camboja, clique nesse post. E lembrei que também estou devendo os posts separados de Bangkok, Chiang Mai e Siem Reap, sorry.

O roteiro completo eu já tinha postado aqui, então pra entender melhor a descrição desse post dos gastos talvez seja melhor ver esse antes. 😉

Mas vamos lá, lembrando que cada 10 baht = aproximadamente R$ 1 (macete rápido é só tirar o 0 do baht pro valor em reais).

Lá você vai ver mil lugares e casas de câmbio pra trocar o dinheiro, só precisa apresentar o passaporte. Importante: leve dólares, você não vai achar lugares que aceitem reais e se achar, não vale a pena na conversão! Euros aceitam também. Nós trocamos um pouco no aeroporto e o resto na cidade conforme o dinheiro ia acabando. A diferença, no fim das contas, era pequena entre os lugares.

[Confira aqui: Roteiro de 15 dias na Tailândia e no Camboja, Informações sobre a Tailândia, Informações sobre o Camboja, Templo Branco em Chiang Rai, Koh Samui, Angthong Marine Park, Elephant Nature Park, Asiatique em Bangkok, Um dia em Ayutthaya, Shoppings de Bangkok]

Nós estávamos em 4 pessoas, então algumas das despesas são divididas por 4, como táxi/uber.

Hotel em Bangkok: 4 diárias no Navalai River Resort (gostamos muito!)

8800 baht por quarto = 4400 por pessoa (1100 baht por dia, R$ 110, preço de um Ibis no Brasil né?) Obs: não tinha café da manhã.

Hotel em Chiang Mai: 3 diárias no BED Prasingh (amei muito <3)

5500 baht por quarto = 2775 baht por pessoa (925 baht por dia, R$ 92) com café da manhã incluso.

Hotel em Koh Samui: 3 diárias no Montien House (achei mais ou menos, mas a localização foi excelente e o atendimento também!)

9700 baht por quarto = 4850 por pessoa (1600 por dia, R$ 160) com café da manhã incluso. (Falei que Koh Samui é mais caro!? Esse hotel foi na praia de Chaweng, de frente pro mar)

Nos links abaixo tem os posts sobre os passeios também:

Dia 1 – Bangkok – Chegamos no final da tarde:

Táxi aeroporto – Hotel: 700 baht, que dividimos em 4 (pedimos um carro maior para as malas e esse valor é tabelado).
Jantar na Khao San Road: Pad Thai: 200 baht
Água: 130 baht
Sorvete de coco da rua: 50 baht
Total do dia: 555 baht por pessoa

Dia 2 – Bangkok
Uber Floating Market: 150 baht (37 por pessoa)
Frutas do floating Market: 30 baht
Água de coco: 35 baht
Táxi para o Chatuchak Market: 300 baht (74 por pessoa)
Vestido no Chatuchak: 250 baht
Saia: 210 baht (precisava de uma saia comprida para os templos, haha)
Almoço (era um prato com frango e arroz, na feira): 50 baht
Banheiro (duas vezes): 10 baht
Pão doce e smoothie de manga na feira: 60 baht
Sky Train para o MBK: 42 baht
Jantar no MBK: 90 baht
Coca-cola: 25 baht
Starbucks (sim, esse é o mesmo preço em qualquer lugar, haha): 140 baht
Uber volta: 100 baht (25 por pessoa)

Total do dia: 1078 baht, incluindo minhas comprinhas na feira = R$ 107

Dia 3 Bangkok
Café da manhã – 100 baht
Barco para Grand Palace (tinha uma parada no nosso hotel): 15 baht
Entrada Grand Palace: 500 baht
Entrada Wat Pho (Buda Reclinado): 100 baht
Água: 10 baht
Almoço no The Sixth (amei esse): 150 baht
Barco pro Wat Arun: 15 baht
Barco pro Asiatique the Riverfront (pegamos um turístico, por isso foi um pouco mais caro): 50 baht
Jantar no Asiatique: 200 baht
Sorvete (aquele tailândes): 89 baht
Uber volta (era bem longe): 150 baht (37 por pessoa)

Total do dia: 1266 baht = R$ 126

Foi disparado o templo mais caro para entrar, cerca de R$ 50, mas garanto que vale cada centavo!
Foi disparado o templo mais caro para entrar, cerca de R$ 50, mas garanto que vale cada centavo!

Dia 4 – Bangkok
Café da manhã no hotel – 225 baht
Tour para Ayutthaya com almoço: 850 baht
Refrigerante: 15 baht
Chá gelado (tipo Starbucks): 60 baht
Uber para Terminal 21: 110 baht (27 por pessoa)
Jantar no Terminal 21: 140 baht
Haagen Dazs (esse é mais caro em qualquer lugar, rs): 13o baht
Uber de volta pro hotel: 110 baht (27 por pessoa)

Total do dia: 1474 baht = R$ 147

Bate-volta de Bangkok para Ayutthaya, é imperdível!
Bate-volta de Bangkok para Ayutthaya, é imperdível!

Dia 5 – Bangkok – Chiang Rai – Chiang Mai
Táxi para aeroporto DMK: 900 baht (225 por pessoa)
Voo Bangkok -> Chiang Rai: 1318 baht
Café no McDonalds: 140 baht
Táxi aeroporto -rodoviária- Templo Branco – Rodoviária: 600 baht (150 por pessoa)
Ônibus para Chiang Mai – Primeira classe (tinha uma opção mais barata e uma mais cara): 166 baht
Entrada Templo Branco: 50 baht
Jantar em Chiang Mai: 250 baht
Tuk tuk para o hotel: 100 baht (25 por pessoa)

Total por pessoa: 2324 baht = R$ 230 (notem que inclui um voo e uma viagem de ônibus para outra cidade!)

Desviamos um pouco o caminho para conhecer o Templo Branco, tem post que conto tudo!
Desviamos um pouco o caminho para conhecer o Templo Branco, tem post que conto tudo!

Dia 6 – Chiang Mai
Elephant Nature Park (almoço e transporte incluso): 2500 baht
Café da tarde/jantar: 190 baht

Total do dia: 2690 baht = R$ 270

O Elephant Nature Park é mais caro do que outros passeios disponíveis, mas foi o que me passou mais confiança e seriedade. Pesquise e desconfie sempre dos passeios envolvendo animais. ;)
O Elephant Nature Park é mais caro do que outros passeios disponíveis, mas foi o que me passou mais confiança e seriedade. Já disse e repito: pesquise e desconfie sempre dos passeios envolvendo animais. ;)

Dia 7 – Chiang Mai
Táxi ida e volta para Doi Suthep (com parada em outro templo no caminho): 600 baht (150 para cada)
Entrada no Doi Suthep: 30 baht
Entrada Wat Prasingh – 20 baht
Almoço no D’Bistro: 180 baht
Sorvete: 30 baht
Starbucks: 140 baht
Água: 20 baht
Jantar – 130 baht
Táxi de volta pro hotel: 150 baht
Total do dia: 737 baht = R$ 74

Dia 8 – Chiang Mai – Koh Samui (Tudo em Koh Samui era mais caro em relação às outras cidades)
Táxi para Aeroporto: 150 baht (37 por pessoa)
Voo Chiang Mai -> Koh Samui: 5500 baht (esses voos de e para a Ilha foram caro mesmo, mas só assim conseguimos encaixar no roteiro sem perder tempo).
Almoço McDonalds Aeroporto: 210 baht
Táxi para hotel em Koh Samui: 500 baht (125 por pessoa)
Jantar no Santa Fe (queria um bife, kkk, estava ruim e foi cara, não recomendo): 320 baht

Total do dia: 6192 baht = R$ 620

Dia 8 – Koh Samui
Almoço em restaurante italiano: 320 naht
Táxi para Bophut: 800 ida e volta (200 baht por pessoa)
Sorvete gigante da Swensens: 100 baht por pessoa
Jantar japonês: 140 baht

Total do dia: 760 baht = R$ 76

Dia 9 – Koh Samui
Tour para Angthong National Marine Park: 1400 baht
Entrada obrigatória para o parque: 300 baht
Jantar: 320 baht

Total do dia: 2020 baht = R$ 200

Tour de um dia saindo do Koh Samui: perfeito!
Tour de um dia saindo do Koh Samui: perfeito!

Dia 10 – Koh Samui – Siem Reap

Táxi para o aeroporto: 500 baht (125 por pessoa)
Voo Koh Samui – Siem Reap: 6580 baht = R$ 658 (falei que esses voos da Ilha foram as facadas, quase o que pagamos do Brasil pra Bangkok, haha).

Total do dia: 6705 baht = R$ 670

Saímos cedo de Koh Samui, então no meio da tarde já estávamos no nosso hotel em Siem Reap. 🙂

Total para 10 dias na Tailândia, contando 3 passagens aéreas (sendo uma internacional – Tailândia Camboja): 37826 baht = R$ 3782, incluindo hotel, passagens locais, ônibus, passeios e comidas. 

Como eu disse lá no começo, essa não foi uma viagem mochileira, com o objetivo de economizar, você consegue diminuir esse valor pela metade, ficando em hostels, comendo em lugares mais baratos e priorizando voos mais baratos (como tínhamos pouco tempo, nós priorizamos horários/tempos de voo).

Então além de ser super em conta, também é um dos lugares mais legais que já visitei, com as pessoas mais gentis e com uma cultura espetacular. Recomendo muito! Agora é ficar de olho nas promoções de passagens né?

Como no Camboja a moeda é o dólar,eu fiz um post separado com os valores de lá, estão nesse link.

O Viajapinha é parceiro do Booking, por isso, ao fazer a reserva da sua hospedagem por um de nossos links, você me ajuda a manter o blog, pois ganhamos uma pequena comissão, e você não paga a mais por isso:

 



Booking.com

Já segue a gente no Instagram? @viajapinha

Você também pode gostar de

2 thoughts on “Tailândia – quanto custou a viagem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *