chaweng koh samui

Como é Koh Samui em Junho – Golfo da Tailândia

Seguindo com os posts sobre a Tailândia, o plano inicial era ir para uma praia, afinal, são lá as imagens mais lindas do país que vemos por aí, né? Mas como quem decide o destino e a época do ano são as promoções de passagens aéreas, compramos para o mês de junho. Essa época é considerada um mês ruim para ir para o Sudeste Asiático por causa das monções. Então pesquisamos, e a boa notícia é que tinha uma região em que junho é a melhor época do ano para conhecer: as do Golfo da Tailândia!

Observe no mapa abaixo que a Tailândia tem dois “lados” de litoral. A chuva chega primeiro no lado do Mar de Andaman, onde estão as praias mais famosas: Railay Beach, Koh Phi Phi, Krabi… E só depois de julho que ela chega no Golfo da Tailândia:

Observe que do lado esquerdo estão as praias do Mar de Andaman e do lado direito o Golfo da Tailândia, onde fomos.
Observe que do lado esquerdo estão as praias do Mar de Andaman e do lado direito o Golfo da Tailândia, onde fomos.

O Golfo da Tailândia é formado por essas três ilhas principais:

E aqui as ilhas de pertinho. Dá pra entender melhor onde é a outra opção de chegada, por Surat Thani.
E aqui as ilhas de pertinho. Dá pra entender melhor onde é a outra opção de chegada, por Surat Thani.

Como chegar em Koh Samui

Entre essas ilhas do Golfo da Tailândia, somente a ilha de Koh Samui, que é a maior delas, tem aeroporto. Outra maneira de chegar é ir até Surat Thani e de lá pegar um barco, da Lomprayah até a ilha escolhida. Os voos para Surat Thani costumam ser um pouco mais baratos do que para Koh Samui. Um Speed Boat de Surat Thani até Koh Samui custa cerca de 600 baht (R$60) e leva pouco menos de 3 horas, mas tem poucos horários durante o dia. De novo, por causa do nosso pouco tempo, decidimos pagar um pouco a mais e ir direto para Koh Samui, a ilha que escolhemos para ficar. De qualquer maneira, confira se o preço vale a pena, já que você vai ter que pagar o barco e perder mais algumas horas antes de chegar no destino final.

sala de embarque koh samui
Especialidade da Tailândia: aeroportos fofos! Olha essa sala de embarque! <3
koh samui airport
Essa parte só vimos na hora de ir embora. É uma área com várias lojinhas, parece um mini outlet.

Caso a sua ilha seja a de Koh Phangan, ela é pertinho de Koh Samui, uns 30 minutos de barco Speed Boat (talvez nem isso). É na ilha de Koh Phangan a famosa festa da lua cheia, Full Moon Party. Pra chegar lá também, só de barco, pois não tem aeroporto.

Onde ficar em Koh Samui

Sobre a localização em Koh Samui foi assim: pesquisamos, ficamos em dúvida, reservamos, cancelamos, deixamos duas reservas, cancelamos uma (obrigada cancelamento grátis do Booking, haha), e depois quando fomos cancelar de novo pra trocar já estava em cima da hora e não era mais grátis, haha. Então ficamos na praia de Chaweng.

Pelas nossas pesquisas, as opções de hospedagem mais populares são basicamente Chaweng, Bophut e talvez Lamai. Diziam que Chaweng era mais badalada e Bophut mais pra famílias e pessoas mais velhas. Fiquei com medo de Bophut ser parada demais e de Chaweng ser badalada demais, mas que nada. Eu que moro em Floripa, a badalação de lá foi tranquila, haha.  Já na praia de Chaweng estranhamente não tinha quase ninguém aproveitando a água e a areia, que eram limpíssimas. Andando um pouco mais para o sul, em direção à Chaweng Noi, tinha um pouco mais de pessoas, mas ainda assim, pela beleza e calor do lugar, não entendi porque estava tão deserto.

praia koh samui
Essa foto é exatamente na frente do nosso hotel no final da manhã. Dia super quente, me pergunto cadê esses banhistas?

 

Essa era uma das partes mais movimentadas da praia, olha que tranquilidade
Essa era uma das partes mais movimentadas da praia, olha que tranquilidade

 

Pelas ruas de Koh Samui
Pelas ruas de Koh Samui, muitos bares e restaurantes

 

Em Chaweng, tem um Hard Rock e uma Hooters. Mas eram bem caros!
Em Chaweng, tem um Hard Rock e uma Hooters. Mas eram bem caros pra padrões tailandeses!

Um dos dias, decidimos ir até Bophut no final da tarde para ver se tínhamos feito a escolha certa. Agora, pensa em um local deserto! Pedimos para o táxi nos deixar na Fisherman’s Village, que pelo que pesquisei seria a rua principal. Então se estávamos mesmo no lugar certo (existe a chance de estarmos errados, haha), não recomendaria muito Bophut, achei parada demais. E também fui olhar a praia, a areia bem grossa, fazia pequena e água menos transparente que Chaweng. Ou seja, mais uma vez, Chaweng é a indicada. Depois achamos uma placa falando que a Fisherman’s Village funcionava das 5pm às 11m, ou seja, durante a noite deve ser bem mais movimentada (esse horário já era umas 17h). Procuramos um café ou sorveteria e não achamos, só restaurantes mesmo. Então como não tinha muito o que fazer, decidimos ir embora.

fishermans village koh samui

bophut koh samui
Fisherman’s Village em Bophut. Essa rua é paralela à praia.

Transporte em Koh Samui

Koh Samui não tem transporte público e nem tuk tuks, por isso, o transporte que tem por lá é bem inflacionado. Um táxi do aeroporto para o nosso hotel, que era pertinho (nem 10 minutos de distância), custou 500 baht (R$ 50). Para ir e voltar de Bophut, esse sim mais longe, custou 800 baht (R$ 80). Pra ter ideia de como é caro, é só comparar com Chiang Mai, que um motorista ficou conosco por mais de duas horas, esperou nos lugares e nos cobrou 600 baht (R$ 60).

Lá tem umas camionetes como as de Chiang Mai, vermelhas e escritas na frente pra onde estão indo. Eu tinha lido que funciona mais ou menos como transporte público, em que você vê na frente pra onde está indo e entra, pagando cerca de 1o0 baht. Mas nas vezes que tentamos usar, pareceu mais como um táxi, com o motorista nos falando um valor. Acabamos não usando, pois o valor que eles pediam era o mesmo que os táxis pediam (com bem mais conforto e ar condicionado).

Por isso, a localização do seu hotel acaba se tornando bem importante pra tentar gastar um pouco menos na cidade.

Hotel

Assim como tudo na ilha, a hospedagem também foi mais cara aqui que as outras cidades da Tailândia. Mas uma dica que foi ótima para a gente: tente ficar em um hotel de frente pro mar, assim você aproveita bem mais, especialmente se ficar mais do que dois dias. Entre todas as cidades que passamos, a ideia em ficar na praia era curtir o mar e descansar um pouco do ritmo louco que temos em viagens. Além é claro de conhecer uma praia asiática. Ficamos só dois dias e meio em Koh Samui, sendo que um deles usamos pra só ficar de boas na praia. Mas era ótimo nos outros finais de dia também aproveitar o final de tarde na piscina do hotel e caminhando pela areia, vendo o pôr do sol. #saudades, haha

Nosso hotel, a piscina dava de frente pro mar, era perfeito.
Nosso hotel, a piscina dava de frente pro mar, era perfeito.

 

Olha essa água! É muito limpa e transparente. E quentinha!
Olha essa água! É muito limpa e transparente. E quentinha!

Como eu comentei no primeiro post, tem opções mais baratas das que pegamos, mas priorizamos localização e um pouquinho mais de conforto nessa viagem. Depois de muita pesquisa, reservamos o Montien House, que fica na praia de Chaweng, de frente pro mar. Esse hotel tem o atendimento muito bom, café da manhã bom e completo, mas os quartos precisam de uma reforma, está um pouco caidinho, haha. Nós ficamos em um dos apartamentos (quarto superior), as portas abriam com chave e o que mais achei velho foi o banheiro, esse sim precisa de uma ajeitada urgente. Eles tem também o Edifício Deluxe, onde fica a recepção pro lado da rua e pelo que eu vi nas fotos os quartos são mais novos. A piscina é boa, mas as cadeiras e colchões também estão gastos. Apesar de tudo, é bem limpo.

De qualquer maneira, a localização e o preço são excelentes, então ainda assim eu recomendaria esse hotel. Fica bem na rua principal, e dá pra ir a pé para os principais bares e restaurantes e também perto do Central Festival, o shopping que tem por lá. Eu fiz uns vídeos que vou tentar editar, dá pra ver todo o hotel melhor.

Nós ficamos nos quartos do segundo andar dessa parte do hotel, que era dividida em apto deluxe (prédio na rua), esses aptos, bangalôs e vilas com piscina privativa.
Nós ficamos nos quartos do segundo andar dessa parte do hotel, que era dividida em apto deluxe (prédio na rua), esses aptos, bangalôs e vilas com piscina privativa.

Durante o dia as ruas eram mais vazias, pelo calor eu acredito, mas à noite lotava muito e era bem animada! Tinham divulgações de lutas de Muay Thai e baladinhas na região. Eu queria ter saído pelo menos uma das noites, mas ficamos com preguiça, haha. O nosso hotel era quase ao lado do Ark Bar, que é famoso na cidade e enche bastante durante a tarde/noite com as pool parties.

Outro lugar que eu pesquisei mas pelo pouco tempo não fomos, era ir para o WooBar no W hotel (ostentação, haha). Cada dia tem um evento diferente, mas pra entrar para 1000 baht (R$100) que você pode tirar em consumação.  Eu pagaria pela experiência. Esse é aquele bar famoso com poltronas redondas na piscina e vista da cidade. Ficou pra próxima porque com certeza vou voltar pra essa cidade! <3

Central Festival

Esse é o shopping/centro comercial da região que nós ficamos. É enorme, tem supermercado, cinema, feirinha no térreo, vários restaurantes e lojas, algumas bem grandes. Todas as noite íamos caminhar na rua e acabávamos comendo por lá.

central festival koh samui
Parece vazio, mas especialmente de noite é um lugar bem movimentado.
feirinha koh samui
Feirinha de rua embaixo do shopping.

Caminhando para o lado contrário, a poucos metros do hotel que ficamos, tinha o Outlet Village Samui, com lojas como Lacoste, Adidas, Nike etc, mas os preços eram bem parecidos com o que encontramos no Brasil, talvez só um pouco mais baratos mas nada impressionante.

Templos

Não fomos em nenhum por motivos de: transporte caríssimo pra distâncias curtas, desanimava muito. Calor insuportável durante o dia (sério, devia fazer uns 35 graus na sombra, preferimos piscina/praia). Tínhamos vindo de Bangkok e Chiang Mai, onde tínhamos ido em muitoos templos.

Mas se tivéssemos tempo e disposição, iríamos em dois, os mais famosos: Wat Plai Laem e o Big Buddha. Pelo que eu vi em fotos são lindos e quero muito ir na próxima vez que eu for pra lá. Hoje já bate um arrependimento de não ter ido, é sempre assim né?

Passeios de Koh Samui

Em um dos dias nós fizemos o tour em Ang Thong Marine Park (lindo demais), que vou fazer um post e atualizo aqui com o link. Fora esse, tem também um em Koh Nangyuan e Koh Tao. Tem várias agências vendendo os mais variados tipos de passeio pela região, por isso não recomendo que você compre esse passeio do Brasil. Se você pesquisar por lá, vai encontrar vários preços e consegue negociar um valor, especialmente se tiver em mais pessoas. Nós fechamos o nosso direto com o hotel, pelo melhor preço que encontramos. 🙂

Com certeza se você ficar mais dias na cidade, terá incontáveis atividades e passeios. Nós ficamos só em um pedacinho da cidade e não vimos quase nada.

Amamos nossa escolha de cidade para estrear o litoral da Ásia. Koh Samui é linda com várias coisas para fazer. Dizem que entre as praias da Tailândia, é bem menos popular que as outras do Mar de Andaman, por isso mais tranquila e conservada que as outras. Acabamos indo para lá para fugir do mau tempo e foi isso que encontramos: calor, dias de céu azul e mar tranquilo. <3.

O Viajapinha é parceiro do Booking, por isso, ao fazer a reserva da sua hospedagem por um de nossos links, você me ajuda a manter o blog, pois ganhamos uma pequena comissão, e você não paga a mais por isso:

booking_viajapinha

Você também pode gostar de

Um comentário em “Como é Koh Samui em Junho – Golfo da Tailândia

Deixe uma resposta