cacupe florianopolis

Florianópolis – Santa Catarina

Moro em Florianópolis e ainda não havia feito nenhuma postagem sobre a cidade que é um destino turístico que cada vez mais vem chamando a atenção pelo mundo. Mas é a cidade que eu não vejo tanto com olhos de turista, o que torna a missão de falar sobre ela mais difícil. 🙂

Mas vamos lá, vou dividir as postagens, nesse vou começar falando da cidade de maneira geral e depois posts mais detalhados.

Meio de transporte: 

Se você vem de avião ou ônibus, a melhor maneira de se locomover pela cidade é alugando um carro. O transporte público não é prático e é demorado especialmente nos finais de semana. Táxi também é torna caro, ainda mais para conhecer vários bairros diferentes, que são afastados. Do aeroporto até o Centro por exemplo, você gastaria em torno de R$ 25 durante o dia.

Se mesmo assim você precisar de ônibus, confira os horários no site da empresa que faz o trajeto, a Consórcio Fênix (eles também tem app para celular). A passagem do ônibus comum custa R$3,50, as linhas e itinerários que fazem o trajeto aeroporto-Terminal do Centro estão nos links: Corredor Sudoeste, Corredor Sudoeste Semi-direto. Do TICEN (terminal do Centro), tem ônibus indo para diferentes bairros da cidade, como Canasvieiras, Lagoa etc. Também tem os ônibus executivos, os chamados amarelinhos. São menores, amarelos e tem poltronas e ar condicionado. Custa em média R$ 7,50, mas considerando o longo trajeto, vale a pena.

Onde ficar:

Depende muito do seu objetivo, mas se for pra curtir a praia e sem compromisso, aqui vão as dicas. Vou colocar um mapinha para ajudar a entender a cidade:

Do Centro para as praias do norte da Ilha leva cerca de meia hora (quando não tiver trânsito, o que é raro).

Já vi pessoas que vieram de férias e por não conhecer a cidade pegaram um hotel no Centro. Não é uma boa ideia, já que você perderia mais de uma hora de deslocamento por dia, a mobilidade urbana aqui em Florianópolis é bem prejudicada. Mesmo assim, é interessante reservar um dia pra passear, tem um centro histórico e vários lugares para conhecer.

Norte da Ilha

Se veio de férias e quer ficar só na praia aproveitando, recomendo ficar o norte da Ilha, onde na minha opinião ficam as melhores praias. É lá que fica Jurerê Internacional, Cachoeira do Bom Jesus, Praia Brava, Canasvieiras, Praia do Forte, etc.

Captura de Tela 2015-11-28 às 20.51.07

Leste da Ilha

Lagoa da Conceição é também super movimentada, durante todo o ano, com vários barzinhos legais, muita gente jovem e pessoas de várias partes do mundo. Também é uma região com bastante pousadas e hostels. Não tem praia, só a beira da Lagoa mesmo, mas tem fácil acesso para outras praias, como a Praia da Joaquina, Praia MoleBarra da Lagoa e Costa da Lagoa (essa só se tem acesso de trilha (leva pouco mais de 2 horas) e de barco, que custa entre R$ 5 e R$10 o trecho (depende da época do ano). Nos próximos posts vou detalhar sobre todas essas regiões. 🙂

lagoa da conceicao

Sul da Ilha: É a região que eu menos frequento e conheço, então não sei dar dicas se é bom para ficar ou não. É onde mais se conserva a cultura açoriana e isso já é notável nas casas, todas fofas e coloridas. Minha dica é ficar em algum dos outros lugares mas reservar um dia para conhecer o Ribeirão da Ilha, que além de ser lindo, é o bairro onde a especialidade são as Ostras. 😉

ribeirão da ilha

Fora essas regiões, tem um bairro que eu gosto muito que mais tarde vou falar mais, Santo Antônio de Lisboa. Fica na beira do mar, tem muitos bares e restaurantes típicos e tem muita história.

Nos outros posts vou detalhar cada região e depois fazer um top 10 de restaurantes pela cidade.

Você também pode gostar de

Deixe uma resposta